Terapia Antiqueixa

queixa_capa_3d_redLamento, desgosto, ressentimento. Estas são as definições da palavra queixa. Por si só já indicam um estado desagradável, perturbado, e trazem consigo o agravante de contaminar o ambiente, prejudicar pessoas com o pessimismo e com uma certa pressão emocional. É tão ruim que só pode mesmo gerar outro lamento.

Tais sentimentos tiram a espontaneidade das relações, dificultam o fluir natural da vida e criam enormes obstáculos para o êxito dos empreendimentos. Como indica Caetano Veloso na música que tem exatamente o mesmo título, a queixa “(…) é o avesso de um sentimento, um oceano sem água (…)”. Pior é que pode se transformar num hábito, num comportamento que a pessoa nem percebe, tornando-se um reclamão, um queixoso contumaz, tornando-se desagradável e muitas vezes inconveniente.

É comum, inclusive, que onde estão os queixosos contumazes, aqueles que não vigiam o verbo, nem o comportamento de reclamar, acusar ou contestar por capricho e nunca para colaborar, o ambiente torna-se pesado, dificultando as iniciativas.

As adversidades na vida são naturais, na verdade autênticos degraus de amadurecimento e crescimento pessoal. Necessário encarar os obstáculos como verdadeiros mestres que nos ensinam a viver. Então, pode-se perguntar: reclamar resolve, muda alguma coisa? Queixar-se pode colaborar para a harmonia na convivência e para o equilíbrio pessoal? Claro que não! A queixa por hábito apenas é inútil e nociva.

Claro que há situações que ela poderá ser útil, mas é preciso ponderar justamente para não adquirirmos o feio hábito de simplesmente queixar-se de tudo, pois aí seremos os eternos descontentes, o que é lamentável diante das próprias perspectivas diárias.

Roosevelt Tiago, renomado escritor e palestrante, atento a essas ocorrências, lançou, com muita propriedade, seu novo livro Terapia Anti Queixa.

Notem os leitores a oportunidade do título. Dá para imaginar o conteúdo convidativo para vencermos essa tendência perniciosa de queixar-se por tudo ou por nada. O livro, todo ilustrado, traz exemplos e reflexões notáveis, tem prefácio do grande maestro João Carlos Martins – que teria todos os motivos para queixar-se e soube superar as adversidades que enfrentou –, está todo ilustrado e, óbvio, traz a visão que esclarece e conduz para refletir sobre a grave questão.

O título é bom, o conteúdo é muito oportuno e só de ver a obra já temos a sensação agradável dos benefícios de levantarmos a cabeça com coragem e determinação diante das situações adversas. Autêntica terapia mesmo! Lançamento muito oportuno para presentear e refletir. Solicite seu exemplar pelo fone: 0800 770 2200 ou pelo site: www.solidumeditora.com.br

Por Orson Peter Carrara

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s