Felizes para Sempre

Focado na temática envolvendo a autoestima, Jamiro, sempre muito bem inspirado, desenvolveu o presente trabalho abordando um aspecto fundamental que envolve quase a totalidade das pessoas, uma vez que os relacionamentos afetivos correspondem a um dos mais importantes e relevantes aspectos da vida do ser humano.

Conforme o próprio autor:

É comum a gente ouvir alguem dizer que só se valoriza aquilo que nao temos ou o que perdemos. Acho que para ser feliz precisamos, é verdade, alguns de fatores necessários em nossas vidas. O alimento, a moradia, o trabalho e a saúde são fatores primordiais não é mesmo? Assim, não vou aqui pregar a comodidade e dizer que bastava isso para ser feliz, afinal Deus nos criou e deixou dentro de todos nós o querer, a ânsia de descobrir, a vontade de conquistar, o desejo de crescer tanto no saber quanto nas satisfações materiais. Portanto, é natural em nós o querer mais, mas esse querer está em desequilibrio em nossa sociedade moderna que não se satisfaz com o quanto se consome, e quer consumir cada vez mais, sem conseguir saciar-se e se sentir bem com o que tem. As pessoas nunca se sentem felizes com o que tem, e assim, infelizes, vivem em busca de ter mais e mais. E, não raro, em certos momentos da vida se vê que o que se buscava estava muito perto e nao se viu. Assim, muitos vivem infelizes em louca correria para ter, e quando chegam a certa altura da vida, percebem que perderam o que realmente poderia lhes proporcionar a alegria de viver. O ideal é encontrar a serenidade e a alegria de viver em constantes conquistas, plantando e sabendo que muitas vezes o que semeamos demora um pouco mais para frutificar.

Em dez capítulos, “Felizes Para Sempre” procura desvendar esse grande enigma – o da felicidade -, que os homens teimam, em vão, buscar fora de si mesmos. Aqui, o escritor, assessorado por uma bibliografia admirável – “Sinal Verde”, “Estude e Vida”, “Vida e Sexo”, “Na Era do Espírito”, entre outras belas obras do acervo espírita -, faz uma análise psicológica dos cônjuges diante de uma eventual crise financeira, diante de filhos-problema, diante do esposo tirano e autoritário ou da esposa intransigente… Aborda, ainda, questões de relacionamentos conjugais, como afinidades e supostas “almas gêmeas”, intimidade, parentes, o exercício sublime do perdão, atritos e discussões por questões de religião ou por causa de vícios dos parceiros.

Está aí mais uma obra de Jamiro dos Santos Filho que merece ser conhecida e estudada.

Em Petrolina (PE), a obra pode ser adquirida na Livraria Yvonne do Amaral Pereira, na Fraternidade Espírita Jerônimo Mendonça
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s