Arquivo mensal: outubro 2014

Movimento pela Paz em Brasília

1488644_793357810729192_1337541624658723641_n

Será na próxima quinta-feira (06), em Brasília, capital federal. Contará com a participação de Divaldo Franco, que será homenageado.

O MOVPAZ é um movimento mundial e ecumênico que tem entre suas propostas promover uma cultura de paz, de tolerância na convivência com os diferentes e diferenças e de respeito ao livre modo de pensar de cada pessoa humana.

Saiba mais…

Anúncios

CEE promoverá encontro em Caruaru

cee_logo

Será na Associação Municipal Espírita de Caruaru, localizada na rua Prof. José Leão, n. 567, Bairro Maurício de Nassau.

O encontro abordará o tema do acolhimento do Jovem no Movimento Espírita e é direcionado aos Diretores e Coordenadores da Casa Espírita e os jovens Evangelizadores, frequentadores e trabalhadores.

PROGRAMAÇÃO:

Dia 21.11 – Sexta-feira

19:00 as 19:30h – Recepção e Boas Vindas
19:30 as 19:50h – Abertura e Momento de Arte
19:50 as 20:00h – Composição de mesa e prece inicial
20:00 as 20:45h – Palestra: O Jovem e o Mundo Atual – com Rodrigo Sales – CIJ/CEE
20:45 as 21:30h – Palestra: Acolhendo Corações Juvenis na Casa Espírita – Ana Champloni – DIJ/FEP
21:30h – Prece final

Dia 22.11 – Sábado

14:00 as 14:10h – Recepção/ Boas Vindas
14:10 as 14:30h – Abertura – Momento de Arte – Prece nicial
14:30 as 16:00h – Salas de Reflexão/Proposições (Com os dirigentes das Casas Espíritas e os Jovens)
16:00 as 16:30h – INTERVALO
16:30 as 17:00h – Exposição das Propostas Construídas
17:00 as 18:00h – Palestra- O Acolhimento e a Integração do Jovem na Casa Espírita – com Adeilson Salles – SP
18:00h – Encarramento/ Prece final

Raul Teixeira responde: Espiritismo e Política

download

A Doutrina Espírita, caso raro, não apresenta candidatos a cargos eletivos. Por que isso?

Raul Teixeira – Para nós, espíritas, não é importante termos uma bancada espírita. Já temos muitas bancadas religiosas no Congresso e em outras casas legislativas e elas não fazem nada de melhor que as outras bancadas. Pelo contrário, a prática é formar guetos, feudos para defender seus interesses. Para nós, espíritas, importante é viver como verdadeiros homens e mulheres de bem em qualquer lugar, seja na política, na administração pública, na engenharia, na medicina, dentro de casa, etc. Importante é que a criatura não tenha rótulos ou bandeiras, mas tenha idéias, tenha vivências. Espíritas elegem políticos de qualquer religião, desde que a sua proposta seja a do bem geral.

Continue lendo