Pandemia e Ciência

Os riscos de uma pandemia são muitos. Um deles é termos na direção dos governos gente que não adquiriu ao longo da vida o hábito da reflexão e do estudo sério e metódico.

A ciência errando ainda é melhor que o acerto aleatório baseado no senso comum e na credulidade.

Porque quem toma decisões com base no acerto aleatório só registra o acerto. A ciência registra quando se erra e quando se acerta e aí se pode alcançar alguma análise razoável.

Por isso que aparece um líder mundial que não acredita em ciência mandando fabricar um remédio não testado para distribuir nos hospitais só porque funcionou com uma dezena de pacientes.

Aí vem o cientista para salvar a situação e dizer que: “Não é bem assim; não é assim que funciona a coisa; não sabemos se funciona mesmo. Não há dados suficientes para definir a segurança e a eficácia do tratamento.”

Pois é…

Sabemos quantos pacientes tomaram o milagroso remédio e ao invés de melhorar pioraram o quadro? Sabe-se quais eram as condições dos pacientes observados? Quais remédios de uso contínuo eles usavam? Quais os riscos e os efeitos colaterais dos medicamentos em teste?

Ciência é coisa muito chata. Só fica perguntando as coisas…

Ciência: ruim com ela, pior sem ela.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s