Arquivo da categoria: Mensagens

O Grande Doador

Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; E todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. Crês tu isto?
(João 11:25-26)

Ele não era médico e levantou paralíticos e restaurou leprosos, usando o divino poder do amor.

Não era advogado e elegeu-se o supremo defensor de todos os injustiçados do mundo.

Não possuía fazendas e estabeleceu novo reino na Terra.

Não improvisava festas e consolou os tristes e reergueu o bom ânimo das almas desesperadas.

Não era professor consagrado e fez se o Mestre da Evolução e do aprimoramento da Humanidade.

Não era Doutor da Lei e criou a universidade sublime do bem para todos os espíritos de boa vontade.

Padecendo amarguras – reconfortou a muitos.

Tolerando aflições – semeou a fé e a coragem.

Ferido – curou as chagas morais do povo.

Supliciado – expediu a mensagem do perdão e do amor, em todas as direções.

Esquecido pelos mais amados – ensinou a fraternidade e o reconhecimento.

Vencido na cruz – revelou a vitória da vida eterna, em plena e gloriosa ressurreição, renovando os destinos das nações e santificando o caminho dos povos.

Ele não era, portanto, rico e engrandeceu os celeiros dos séculos.

Quem oferecer, assim, o coração, em homenagem ao Divino Amor na Terra, poderá, desse modo, no exemplo de Jesus, embora anônimo, aflito, apagado ou crucificado, atender à santificada colaboração com Deus, a benefício da Humanidade.

Espírito: ANDRÉ LUIZ
Médium: Francisco Cândido Xavier
Livro: “Antologia Mediúnica do Natal” – Edição FEB
Anúncios

A conquista

Por Teresa Cristina Soares, Centro Espírita ‘O Codificador’

Saulo, Saulo, porque me persegues?

Foi preciso que Saulo perdesse a visão para poder enxergar, ouvir, encontrar e seguir os ensinamentos de Jesus; e quantos O conhecem, ouvem seus ensinamentos, mas, no entanto não O seguem! Preferem caminhar como cegos.

A conquista interior dependerá da visão espiritual (luz) que pretendemos dar a nossa vida, ou seja, o que realmente queremos enxergar, ouvir e seguir.

No plano espiritual assumimos compromissos e responsabilidades morais da qual desejamos; cabendo a nós a conquista e a vitória de suas realizações. Tudo fazendo para vencer evitar os fracassos, e adquirir forças para ultrapassar todos os obstáculos.

Na vida passamos por desencantos, cabe a nós, no entanto, conquistar a verdadeira felicidade, propondo-nos ao arrependimento das nossas faltas, para poder conquistar os verdadeiros sentimentos.

Conquistar é vencer, e é por isso que aqui estamos para vencer as nossas fraquezas reencarnatória, e isto não se dar facilmente, pois, grandes esforços serão necessários para a nossa transformação, porque ainda vivemos presos ao passado, e a ele nos habituamos e com ele ainda nos iludimos. E quando partimos para a luta do desprendimento e começamos a batalha do desejo de aprimorar nosso espírito, tentando levá-lo à elevação espiritual, voltamos a encontrar com mais intensidade os nossos vícios e fraquezas com mais frequência, sofrendo de novo as mesmas tentações.

Por isso se faz necessário conquistar trabalhos que faça despontar dentro de nós novos sentimentos e luz

Por isso se faz necessário conquistar trabalhos que faça despontar dentro de nós novos sentimentos e luz. E para que isso aconteça é necessário saber conquistar a solidão da meditação, para assim nos aprofundar na compreensão de nós mesmos, para podermos restabelecer o equilíbrio do nosso espírito, para agir e viver com serenidade; conquistando assim a nossa própria experiência no grande aprendizado da vida.

Tudo isso ocorre porque apenas conhecemos a superfície dos desígnios de Deus para conosco; e assim nos deixamos levar pelo fogo dos vícios e erros que escraviza, tornado-nos infelizes e insatisfeitos; aí é quando a nossa serenidade é roubada, assim como a paz.

Vivemos no mundo guiado pelos instintos. Nosso raciocínio é muitas vezes moroso, mas nada nos impede de sentir as consequências de nossas ações. porém, habituados a lutar para sobreviver, nos esquecemos de conquistar a evolução para o nosso espírito.

Que na estrada da vida possamos buscar a conquista, a vitória que nos leve ao caminho da evolução, da luz e do aprendizado; e que Deus possa ter compaixão, piedade e misericórdia de nós, assim como teve com Saulo, para que nós um dia possamos nos transformar em um Paulo.

Publicado no Jornal do Commercio de Pernambuco, 04 jul 2016.

Oração pelo Brasil

image

Por Eurípedes Barsanulfo

Senhor!
Tu nos deste o Brasil por pátria de luz para o trabalho.

Ajuda-nos a viver de modo a nos transformarmos nos teus braços no mundo.

Contudo, nesta hora grave, pela qual passa o povo brasileiro, faze com que os ensinamentos do Cristo nos permita contribuir de forma lúcida e competente.

Então, Senhor, concede-nos o momento para pedirmos por esta nação e, sobretudo, por nossa gente:

– Que nenhum brasileiro seja o símbolo da guerra;

– Que nenhum de nós fomente a discórdia e a desunião;

– Que nas lutas da vida nossas armas sejam a honestidade, a bondade, a dignidade e a força irrefreável do labor;

– Que nossas críticas ferinas sejam transmutadas no apoio moral e na ordem que do alto emana: Pacificai!

– Que as disputas no cenário político sejam um convite à reflexão; e que o refletir traduza a necessidade da ação por meio da disciplina e da democracia conscientes!

Assim Seja!